A palavra de ordem é: PERSEVERANÇA!

fotos-umbanda-rio-de-janeiro-patrimonio-imaterial-282-1480015454

 

…perseverar é o impositivo de que não nos será lícito fugir…

Perseverar trabalhando e servindo, entendendo e edificando, aprendendo e redimindo…

…perseverar sempre de modo a nunca desanimar na construção do bem a fim de merecermos o bem maior.

Bezerra de Menezes (trecho do livro “Bezerra, Chico e Você”, psicografado por Chico Xavier)

Quem nunca antes ouviu dizer sobre a necessidade de perseverar para vencer? Termo tão antigo quanto as primeiras escrituras bíblicas, a palavra perseverança, no grego υπμονή (hupomnesis), pode ser traduzida como uma paciência que resiste; que denota firmeza e persistência. Esta palavra traz a ideia de uma pessoa que tem a capacidade de persistir em suportar com firmeza inúmeras dificuldades em diferentes circunstâncias da vida sem entregar-se ao desânimo e a derrota.

Teologicamente, a perseverança é uma virtude conexa com a da fortaleza; fortifica a vontade contra o temor de males iminentes e as dificuldades que provêm de um longo exercício da virtude.  Ou seja, é a virtude que contribui diretamente para o êxito na vida humana.

Pois bem. 2017 logo se iniciará trazendo a esperança de ser um ano propício para a superação dos obstáculos e para aquele que deseja chegar a um objetivo desejado. Contudo, não significa que será fácil. Exigirá de todos nós disciplina e vontade de vencer, e acima de tudo, não nos deixar ser tomado pelo comodismo, pois ao simples piscar de olhos, poderemos ficar para trás.

Mas em tempos difíceis, perseverar em que? Ainda nos resta motivos para acreditar?

Antes de respondermos, vamos refletir um pouco.

Nossos guias e mentores estão a 108 anos ensinando através das consultas aos assistidos a beleza e os mistérios da vida através da Umbanda. Por meio de nossos aparelhos mediúnicos, transmitem valiosas e salutares mensagens de amor e fé. Onde, muitas das vezes, somos instrumentos das leis divinas sem termos qualquer nível de consciência que tudo que as entidades falam ou fazem servem a muitos, inclusive a nós mesmos que estamos lhe servindo.

Reparem. Nós que somos os “cavalinhos”, o medium, intermediário, meio entre emissor e receptor, não somos capazes de praticar metade de tudo que passa e se passa por nossa matéria, muito menos desenvolvemos a capacidade de assimilar as vibrações de renovação que eles transmitem aos que lhe pedem socorro.

E é justamente nesse momento que chegamos ao X da nossa questão: é preciso perseverar. Não apenas na vontade de vencer, conquistar, possuir; como tão igualmente na vontade de melhor se espiritualizar. Para muitos de nós, a felicidade consiste na lei do menor esforço, na rotina e na apatia. Isso equivale a matar a chama divina que habita em nós, porque, para estar vivo, o espírito deve sempre se renovar por um trabalho que seja contínuo e eficaz.

Precisamos então despertar para entender que não basta mais sermos apenas aparelhos. É preciso desligar o piloto automático e passar a se apropriar mais do processo mediúnico no qual todos nós, médiuns de incorporação ou não, estamos sujeitos quando nos colocamos a disposição da espiritualidade.  E aí que vem a dificuldade de grande parte de nós umbandistas, pois para crescermos espiritualmente é preciso que a perseverança seja uma virtude em constante construção, que ela seja ação que nos mova e nos remova da rotina mediúnica, sempre provocando ambiente propício para que vençamos os obstáculos à perseverança.

E respondendo aquela pergunta lá de cima, SIM! Como umbandistas que somos, podemos afirmar que sim, vale a pena acreditar. Não apenas acreditar que nem tudo está perdido, como principalmente acreditar que, se estamos em pleno processo de crescimento espiritual, perseverar é verbo obrigatório na gramática da vida. Por mais ambíguo que possa parecer, é chegado o tempo de mais uma vez colocarmos em prática os ensinamentos que tanto propagamos em nossos terreiros, e se olharmos para tudo que já aprendemos com nossos mestres espirituais, podemos minimamente afirmar que para perseverar é preciso:

ROMPER com o automatismo da rotina. Por mais insignificante que seja, essa mudança de postura abre caminhos, liberta o pensamento e tonifica o psiquismo superior.

LIVRAR-SE do desânimo. A preguiça moral, o gosto da comodidade e a instabilidade do humor são alguns fatores do desânimo. É urgente alimentarmos a vontade, uma das faculdades mestras do homem.

TER CORAGEM para mudar. Todo o esforço desacostumado é penoso e por isso dá nascimento a uma ideia de incapacidade de avançar. Após muitos automatismos guardados em nosso subconsciente, ficamos paralisados e não nos colocamos em marcha para o que possa nos trazer algum progresso em nossa alma.

Ora meus irmãos,  alguém ai pode estar pensando que nada disso é tão novo que não tenha sido dito. E quem somos nós para discordar, não é mesmo?! Ledo engano de quem acha que a proposta aqui é trazer a fórmula perfeita. Assim como você, também estamos em busca de sermos bons e verdadeiros obreiros da seara divina.

Por isso acreditamos que ainda há tempo, que ainda vale a pena tentar.  Quem sabe assim, perseverando e com a graça de nosso Pai Oxalá, alcançaremos o despertar de nossa verdadeira natureza espiritual.

Esse pequeno texto é uma singela homenagem a nossa amada e protetora Esquerda, que não se cansa jamais de nos lembrar que ainda estamos muito longes de sermos quem de fato nossa vã ignorância acha que já somos.

Laroyê Exu!

 

Texto: Vinicius Gonzalez

Fontes de inspiração:

http://www.materiasdeteologia.com/2013/05/perseveranca-o-remedio-para-o-desanimo.html

http://www.ceismael.com.br/artigo/perserveranca.htm

Foto:

https://www.vice.com/pt_br/article/fotos-umbanda-rio-de-janeiro-patrimonio-imaterial

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s